loader image

4 Filmes de Romances Que São Tão Bons Quantos Os Livros Que Os Inspiraram

Existem comédias românticas que são tolas, porém existem comédias românticas bem inteligentes. Existem dramas de amor que comovem os durões de coração, mas também existem aqueles tipo água com açucar. Neste artigo o Youcine prova que existem sim boas histórias de amor e que alguns filmes podem ser tão bons quanto os livros que os inspiraram. Sendo assim, prepare o coração para conferir em seu apk gratuito do Youcine essas produções:

A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata

A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata

Após a Segunda Guerra Mundial, uma escritora é convidada para participar de uma reunião de um clube do livro. Ao chegar no lugar, em uma cidade pequena, conhece o autor do convite, por quem se apaixona completamente. Porém, por trás do clube, a escritora descobre que a guerra ainda não acabou para essas pessoas marcadas pela perda de tantos entes queridos.

Se a Rua Beale Falasse (2018), Barry Jenkins

Se a Rua Beale Falasse (2018), Barry Jenkins

O filme é ambientado na década de 1970, em Beale Street, Nova York. Tish e Fonny eram amigos de infância antes de se apaixonarem na idade adulta. Tish está grávida enquanto Fonny é preso acusado de maneira falsa de estupro. Deixada sozinha, Tish e sua família fazem todo o possível para provar a inocência de Fonny e tirá-lo da cadeia antes do nascimento do bebê.

Orgulho e Preconceito (2005), Joe Wright

Orgulho e Preconceito (2005), Joe Wright

O filme “Orgulho e Preconceito” é baseado no romance de Jane Austen, e conta a história de Elizabeth Bennet e suas irmãs, que vivem na Inglaterra rural, do século XIX. A família das garotas passam por problemas financeiros e a mãe então decide casar suas filhas com homens da alta sociedade. Quando o senhor Bingley se muda para a cidade, a senhora Bennet tenta casar sua filha mais bela, Jane, com o ricaço. Enquanto isso, Elizabeth se apaixona pelo melhor amigo de Bingley, o senhor Darcy, um arrogante e pouco sociável aristocrata. Todas essas dicas de filmes você pode conferir baixando gratuitamente seu apk Youcine para assistir além de filmes, séries, animes, Infantil e recomendações . Então aproveite para assistir gratuitamente em sua Smart TV, Tv box, android, iPhone aí mesmo no conforto de sua casa!

Moderno e Encantador romance psicológico está no apk gratuito Youcine

Moderno e Encantador romance psicológico está no apk gratuito Youcine

Deve ter algum lugar onde repousam os amores atrofiados, fracassados. O amor, em muitas vezes, arrasta uma avalanche de emoções, completamente desconexas entre si. Duas pessoas que se amam podem ter ideias diferentes em discussões em que cada qual defende um ponto de vista, como se um ou outro tivesse dotado de uma razão indescutível. Ao inverso, quando uma relação amorosa finda, acaba junto qualquer indício de razão, a prova irrefutável de que o amor para existir se basta.Quando é verdadeiro até pode acabar, mas fica as recordações boas e as nem tanto. E há ainda quem queira se desfazer delas, como se amar fosse uma mera distração.

Sobre Filme

Levando ao exagero e extremo de um amor que se mostra danoso para um dos parceiros, “Brilho Eterno de um Mente sem Lembranças” é uma produção bem elaborada em retratar as complexidades de uma relação que se pensava amorosa. O filme do cineasta francês Michel Gondry foi lançado em 2004 , mais ainda hoje, pode se considerar um sucesso. Escrito por Charlie Kaufman, “Brilho Eterno” tem muito de “Quero Ser John Malkovich” (1999), de Spike Jonze, no que diz respeito a entrar nos pensamentos de outro, porém vai ainda mais longe nos argumetos da fantasia.

Personangens

Sujeito formal, Joel Barish toma um trem aleatoriamente e se depara com Clementine, que se aproxima dele sob aquela velha estratégia do “Já não nos conhecemos de algum lugar?”. Ele, por óbvio, vislumbra as intenções nada ingênuas da moça, que insiste no flerte e acaba mexendo com ele. A personagem de Kate Winslet não estava apenas exercendo seu potencial de sedução; Clementine e Joel — o tipo atormentado a que Jim Carrey dá vida em mais uma interpretação subestimada pela crítica — já foram namorados, mas a relação foi a pique e tudo o que poderiam ter guardado um do outro (os fins de semana debaixo das cobertas, as férias na praia, as juras de amor diante do testemunho das estrelas, bem como os estranhamentos quanto a detalhes menores sobre assuntos os mais irrelevantes, o ciúme, a suposta indiferença), parece relegado ao esquecimento definitivo. Suas memórias foram apagadas graças a um experimento inovador, que teria o condão de libertar os ex-namorados do sofrimento atroz de constatar o fim do amor.

Gondry frisa o leitmotiv de seu longa apontando uma das possíveis justificativas para a condução do enredo à luz de um melodrama. Stan e Mary, os técnicos responsáveis pelo procedimento a que Joel e Clementine haviam se submetido, parecem ser os únicos a se satisfazer com os efeitos práticos da técnica, funestamente bem-sucedida, até que o plot twist, objetivo, mas elaborado sem artificialismo e nada simplório, se impõe sobre a narrativa. Agora, cabe ao sinistro Dr. Mierzwiak, de Tom Wilkinson, tomar as providências que julga prementes a fim de não deixar sua pesquisa a ver navios.

Trama

Confuso de propósito quanto a cronologia e cenários, a trama prioriza reportar o que se passa na cabeça de Joel, o centro narrativo mais importante do filme. Imagens desconexas se devem à grande confusão mental do personagem, que se perde em suas próprias vontades, sem abrir mão de uma vida que não é mais sua. Muito diabólicamente inventivos, Kaufman e Gondry levantam suas próprias teses sobre a tal liquidez do amor contemporâneo, sem deixar o que interessa de lado. O amor só se mantém se alimentado pelas lembranças. Baixe este filmaço e outros mais em seu apk gratuito Youcine e aproveite para assistir as produções mais lindas e apaixonantes!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments